Ronco e Apneia

https://www.shutterstock.com/pt/image-photo/top-view-attractive-young-woman-sleeping-653166973

O que é

A apneia trata-se de repetidas paradas respiratórias durante o sono, o sistema nervoso faz a pessoa acordar e retomar a respiração.

Um paciente que tem entre 5 e 15 paradas respiratórias é considerado com grau leve de apnéia, casos moderados chegam a 30 paradas durante o sono e, mais do que isso, são casos graves. A falta de oxigênio pode levar a situações como um infarto ou Acidente Vascular Cerebral (AVC).

É importante a realização de diagnóstico médico diferencial, incluindo consultas com otorrinolaringologista e pneumologista, além da realização de exames como a polissonografia.

Caso o paciente tenha doenças crônicas que podem afetar a respiração, como a obesidade e problemas cardiovasculares, deve consultar o médico de confiança.

Indicações

Paciente apresenta:

  • Estreitamento da orofaringe, região que fica atrás da língua, o ronco acontece devido ao ar que fica preso no local.

Tipos de tratamento

  • Aparelhos propulsores mandibulares, podem ser indicados para reposicionar a mandíbula, aumentando o espaço para a passagem de ar;

  • Avanço maxilo-mandibular para casos casos específicos;

  • CPAP (terapia do sono com pressão positiva) – trata-se de um aparelho que auxilia na respiração durante a noite.

  • Cirurgias buco-maxilo-faciais podem ser indicadas para casos graves, como retrognatismo mandibular e maxilar.

Cuidados

Idosos, quem tem familiares na mesma situação e pessoas com obesidade têm mais disposição à desenvolver a doença e devem ficar atentos aos sintomas.

É importante buscar auxílio médico ao perceber as paradas respiratórias e iniciar os possíveis tratamentos para a apneia do sono. Caso seja recomendado o uso de aparelhos siga as instruções de higiene e cuidados do seu ortopedista.

Contato para agendamento

Melhore a sua saúde, autoestima e qualidade de vida – clique aqui e agende a sua consulta. (https://api.whatsapp.com/send?phone=5541992078500)

Se preferir, entre em contato pelo telefone: (41) 3323-2430.